O Plano de Contingência Covid- 19 foi desenvolvido com base nas orientações da Direção-Geral da Saúde (DGS) e na formação associada ao Selo Clean & Safe do Turismo de Portugal. A Cozy Lisbon garante assim que todos os seus trabalhadores e hóspedes serão informados sobre a doença COVID19 e sobre as formas de evitar a sua transmissão. 

 

A informação sobre as recomendações e procedimentos estabelecidos neste Plano de Contingência para a Doença serão amplamente divulgadas, quer nesta página, quer através de painéis afixados nas áreas comuns dos nossos edifícios, redes sociais, documentos em formato digital enviados aos hóspedes e flyers deixados em cada apartamento.

O VIRÚS 

Os coronavírus são uma família de vírus conhecidos por causar doença no ser humano e são bastante comuns em todo o mundo. A infeção origina sintomas que podem diferir de pessoa para pessoa. O SARS- CoV-2, agente causador da doença COVID-19, foi identificado pela primeira vez em dezembro de 2019, na Cidade de Wuhan, na China e alastrou-se pelo mundo tornando-se numa pandemia. 

Cinza Foto Reunião de Classe Eventos Sit

Após exposição a um caso confirmado de COVID-19, podem surgir os seguintes sintomas: 

  • Dificuldade respiratória;

  • Tosse;

  • Febre;

  • Dores no corpo.

 

A transmissão de COVID-19 acontece quando existe contacto próximo, num perímetro até 2 metros, com uma pessoa infectada. O risco de transmissão aumenta quanto maior for o período de contacto. As gotículas produzidas quando uma pessoa infectada fala, tosse ou espirra são a via de transmissão mais importante. A transmissão do virus pode ser feita de forma directa:

  • Inalação de gotículas

  • Contacto de goticulas com os olhos, nariz ou boca.

 

Ou indirecta:

  • Inalação procedimentos geradores de aerossóis;

  • Contacto das mãos com superficies contaminadas tocando depois nos olhos, nariz ou boca;

  • Contacto directo com secreções respiratórias infecciosas, fezes, ou superficies contaminadas por estas.

Para a prevenção de transmissão do virus é aconselhado o cumprimento das seguintes acções:

Design sem nome (4)
Design sem nome
Design sem nome (1)
Design sem nome (2)
Design sem nome (3)
1/1

Distânciamento Interpessoal

Uso de máscara

Ventilação de espaços fechados

Cumprimento de etiqueta respiratória

Cumprimento de praticas de higiéne individual e dos espaços

Sempre que existir um caso suspeito de Covid-19, entre funcionários ou hóspedes, estes casos devem ser reportados às Coordenadoras Gerais do Plano de Contingência da Cozy Lisbon para que seja activado o Plano de Emergência e posteriormente à linha Saúde 24:

 

808 24 24 24

 

Coordenadoras Gerais do Plano de Contingência Cozy Lisbon

SÓNIA CABAÇA +351 936 949 801 

TERESA CARVALHO +351 934 284 392 

Uma vez que a Cozy Lisbon não possui uma área de atendimento ao cliente e que os seus funcionários se encontram em tele trabalho e apenas se deslocam aos edifícios por poucas horas de permanência e sempre com um objectivo especifico, seja limpeza, alteração de códigos de check-in, ou assistência aos hóspedes, o funcionário que apresente sintomas ou pense que possa estar infectado, deverá informar os Coordenadores Gerais do Plano de Contingência  e permanecer isolado em casa.

 

Se o caso suspeito se referir a um dos hóspedes, o mesmo deve também ser reportado aos Coordenadores Gerais do Plano de Contingência Cozy Lisbon. Neste caso, uma vez que a nossa área não possibilita a utilização de um espaço especifico apenas para isolamento, o hóspede e todos os intervenientes na sua reserva, que se tornam também suspeitos por contacto, deverão permanecer no apartamento, onde lhes serão fornecidos os acessórios necessários, tal como máscara, luvas e termómetro para auto monitorização de temperatura. A Cozy Lisbon poderá ainda fazer chegar aos hóspedes alguns testes de farmácia, que não inviabilizam o contacto com a linha Saúde 24. Os hóspedes deverão ficar isolados até que o Serviço Nacional de Saúde lhes dê consentimento para seguirem a vida normal.  Durante a permanência neste espaço, serão também, providenciados alguns alimentos perecíveis e água.

Os casos suspeitos deverão permanecer na área de isolamento designada, equipados com máscara cirúrgica, contactando logo que possível a linha Saúde 24 para que lhe sejam dadas indicações pelos profissionais de saúde.
A área de isolamento deverá ficar interdita aos funcionários, ou hóspedes que não tenham estado em  contacto directo com o caso suspeito, até receberem indicações do Serviço Nacional de Saúde.

Após a análise e resultados, se o caso não for confirmado, este fica encerrado para COVID-19.

 

Se o caso for confirmado, deverão ser seguidas todas as recomendações do Serviço Nacional de Saúde em relação ao tempo de isolamento e após a alta, o apartamento utilizado pelos hóspedes infectados deve ficar interdito até à validação da descontaminação pela Autoridade de Saúde Local.

No caso de resultado negativo, o suspeito deve ser monitorizado nos dias seguintes para confirmação de ausência de sintomas e poderá fazer a sua vida normal, desde que a DGS assim o indique, apresentando para isso provas do seu estado clinico ao Coordenador do Plano de Contingência da Cozy Lisbon.

Na situação de caso confirmado, a equipa de limpeza irá providenciar a desinfecção e limpeza de todo o circuito feito pelo indivíduo até à área de isolamento, utilizando para isso o equipamento necessário para a sua segurança como máscara, bata e luvas.

 

Após a saída dos hóspedes da área de isolamento, o apartamento será interdito durante 24 horas, com as janelas abertas afim de promover a circulação de ar. Os resíduos devem ser armazenados num saco de plástico resistente, cheio até 2/3 da sua capacidade e colocados num contentor.

Todas os indivíduos que mantiveram contacto próximo com caso confirmado COVID-19 devem ser monitorizados nos dias seguintes, principalmente se forem: 

  • Colaboradores do mesmo posto de trabalho;

  • Colaboradores ou hóspedes que estiveram cara-a- cara com o caso confirmado ou estiveram com este num espaço fechado;

  • Colaboradores ou hóspedes que partilharam com o caso confirmado louça, toalhas ou outros objectos ou equipamentos que possam estar contaminados com expectoração, sangue ou goticulas respiratórias; 

  • Colaboradores ou hóspedes que prestaram assistência ao caso confirmado. 

 

O colaborador ou hóspede que interagiu com um caso confirmado deverá contactar a linha de apoio Saúde 24, seguir as indicações da Direcção Geral de Saude e proceder à auto monitorização diária, durante uma fase de quarentena, que visa a avaliação da febre e a verificação de tosse ou dificuldade respiratória. 

Se nenhum sintoma surgir nos 10 dias decorrentes da última exposição, a situação fica encerrada para COVID-19.

PROCEDIMENTOS PARA ACOLHIMENTO DE NOVOS HÓSPEDES
O acolhimento a novos hóspedes será feito, sempre que possivel, através de self check-in, evitando ao máximo o contacto presencial, ainda que mantendo o apoio virtual, inclusive durante a estadia.

Na situação de contacto presencial, deverá sempre ser utilizada máscara e cumpridos todos os procedimentos de acesso ao edifício. Sempre que não seja necessária a entrada no apartamento devem ser agendados os encontros para as zonas exteriores contíguas ao apartamento.

Juntamente com o e-mail de instruções para o check-in de cada hóspede será enviado o link desta página, em português, ou inglês, para que o hóspede possa preparar a sua estadia. À chegada ao apartamento, a Cozy Lisbon enviará também informação em suporte digital, através de uma imagem com as regras básicas de utilização do espaço para prevenção de contágios. O resumo deste documento será também disponibilizado, em papel, no interior do apartamento e o documento completo à entrada de cada edifício.

 

Serão também afixados painéis de consciencialização e instruções para higiénização das mãos e etiqueta respiratória à entrada de cada edifício, bem como desinfectante.


Cada reserva terá direito a um kit de protecção com máscara descartável, segundo a lotação do apartamento e um dispensador de álcool em gel. 


 

REGRAS DE UTILIZAÇÃO DO ESPAÇO COZY LISBON DURANTE A PANDEMIA POR COVID-19

 

À entrada nos nossos edifícios é obrigatória a desinfecção das mãos com o álcool gel disponibilizado à entrada, assim como a colocação de máscara para circulação nas zonas comuns.
Ao encontrar outro indivíduo num corredor, o hóspede deve garantir a distância de segurança ao passar.

No interior do apartamento o uso do ar condicionado deve ser feito em consciência. O mesmo será deixado em modo de extracção, que não deve ser alterado para segurança dos hóspedes e dos funcionários que efectuarão a limpeza no check-out. 

A todos os hóspedes será solicitado que retirem as roupas de cama e as coloquem, juntamente com as toalhas, panos e tapetes, num saco impermeável deixado, para o efeito, no interior do apartamento. Esta medida não será obrigatória. 

Nos espaços ao ar livre a distância social deve ser mantida e deverá ser evitado qualquer contacto com outros hóspedes. No edifício da Graça, o uso da piscina deve ser intercalado e limitado aos hóspedes que se encontram na mesma reserva. Caso esteja ocupada por outros hóspedes, deverão aguardar pela saída dos mesmos. 

O mobiliário de jardim deve ser mantido com uma distância de segurança de 2 metros.

PROTOCOLO DE LIMPEZA E ACESSO AO EDIFICIO POR FUNCIONÁRIOS

 

ALFAMA 

O acesso ao edifício é feito pela entrada principal, o funcionário deverá higienizar as mãos, colocar a máscara e dirigir-se ao 3º piso, onde deixará os seus pertences dentro do armário de arrumação, equipando-se com a bata de trabalho.

 

JANELAS VERDES
O acesso ao edifício é feito pela entrada principal, o funcionário deverá higienizar as mãos, colocar a máscara e dirigir-se à zona de armazém, no rés-do-chão, onde deixará os seus pertences. De seguida deverá equipar-se com a bata de trabalho.


GRAÇA
O acesso ao edifício é feito pelo n.º 201 (armazém), o funcionário deverá higienizar as mãos, colocar a máscara e deixar os seus pertences no armário designado. De seguida deverá equipar-se com a bata de trabalho.


Aos funcionários de limpeza internos será fornecido o seguinte equipamento: 

 

  • Máscara descartável 

  • Luvas descartáveis

  • Bata descartável 

  • Toca descartável

  • Viseira

  • Desinfectante de mãos 

 

A utilização de todo o equipamento é obrigatória. 

Ao chegar ao apartamento, é feita a abertura de todas as janelas para que possa ser feita a circulação do ar.

São retirados todos os têxteis, sem que os mesmos sejam sacudidos. Os lençóis devem ser cuidadosamente embrulhados de fora para dentro e colocados no saco de lavandaria, juntamente com as fronhas, resguardos, tapetes e toalhas. Todo este material têxtil é retirado do apartamento e encaminhado para a área de saída e posteriormente recolhida pela empresa de limpeza que tratará da mesma consoante os seus próprios parâmetros, garantindo a desinfecção dos mesmos. 

O lixo e resíduos deixados pelo hóspede são também retirados fechados num saco e colocados no contentor.
Ao voltar ao apartamento o funcionário deverá passar um pano humedecido com detergente por todas as superfícies. 

Maioritariamente a limpeza e desinfecção dos apartamentos Cozy Lisbon é feita pela empresa de limpeza (externa)  Lotus Services, que a pedido da Cozy Lisbon deverá seguir as normas indicadas pelo Turismo de Portugal nas suas formações. Na desinfecção dos espaços poderão continuar a utilizar os  produtos habituais tais como lixívia nas zonas sanitárias e cozinha e produtos específicos para madeiras. Todas as maçanetas, puxadores e comandos são desinfectados com álcool gel ou outro produto que tenha o mesmo efeito. 

 

Durante o período de prevenção e combate ao SARS-COV 2 todos os elementos não essenciais serão recolhidos e mantidos em segurança para evitar contagio desnecessário dos mesmos. Como tal a cada limpeza serão apenas repostos os seguintes: 

  • Resguardo para colchões e almofadas de dormir 

  • Lençóis, capa de edredão e fronhas

  • Gel duche/champô, amaciador e sabonete

  • Desinfectante para mãos 

  • 1 kit de máscaras descartáveis, segundo a lotação do apartamento.

  • Água e biscoitos.

 

Todos os corredores e escadas deverão limpos com o produto próprio e as maçanetas e interruptores desinfectados com Álcool Gel.
Os tapetes de entrada deverão ser pulverizados com liquido desinfectante.


LIMPEZA DE MATERIAL PARA CHECK-IN AUTOMÁTICO 

 

GRAÇA: 

O armário de armazenamento dos cofres será desinfectado a cada uso, bem como os próprios cofres. Na finalização da limpeza, o funcionário deve abrir o cofre, retirar 

a chave utilizada pelos hóspedes e desinfectar o interior do cofre, bem como a chave, pulverizando-os com álcool gel. De seguida o cofre deve ser fechado e o mesmo procedimento deve ser usado para higienização da área de botões e porta do armário. 

 

ALFAMA: Todas as fechaduras automáticas são limpas depois de cada reserva com um pano humedecido com álcool gel.


PROCEDIMENTOS DE LIMPEZA DO JARDIM DO EDIFÍCIO DA GRAÇA 

O mobiliário de jardim deve ser mantido limpo e desinfectado sempre que possível e que a equipa de limpeza se desloque ao edifício.


O equipamento deve ser disposto de forma a cumprir a distância social de segurança: 

  • 2 metros entre espreguiçadeiras 

  • 2 metros entre cada conjunto de mesa e cadeiras

 

A manutenção da piscina será feita de forma habitual garantindo a aplicação necessária de desinfectante (cloro). A monitorização continuará a ser feita por equipa técnica externa que  cumprirá as regras em vigor. 


No final de cada limpeza a equipa fará o registo da mesma no calendário afixado em cada apartamento. Deverá também proceder à desinfecção de equipamentos como panos, cabos de vassoura ou esfregona e baldes. O equipamento de protecção pessoal deverá ser descartado em segurança para um saco fechado e depositado no contentor de resíduos comuns. Cada funcionário deverá voltar a higienizar as suas mãos e recolher os seus pertences, saindo pelo mesmo local de entrada. 

A Cozy Lisbon compromete-se a divulgar as suas regras de prevenção e combate ao SARS COV 19 para com os seus funcionários e hóspedes, através dos meios referidos e de acordo com as indicações da Direcção Geral de Saúde e da formação Clean & Safe do Turismo de Portugal.
É da obrigação de cada funcionário e hóspede a leitura da informação disponibilizada e o cumprimentos das regras de segurança descritas pela empresa.